CNPq aprova a inclusão da data de nascimento ou adoção de filhos no Currículo Lattes

Dados poderão subsidiar estudos sobre o impacto da maternidade e da paternidade na carreira científica

A data de nascimento e de adoção de filhos passará a fazer parte das informações que poderão ser colocadas no Currículo Lattes, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Essa informação será de preenchimento facultativo, no campo de Dados Pessoais, tanto para homens quanto para mulheres, e não será exibida nas consultas públicas dos currículos, podendo, no entanto, subsidiar o levantamento de dados e a realização de estudos sobre o impacto da maternidade e da paternidade na carreira científica.

A proposta foi motivada por demanda apresentada por um grupo de cientistas reunidas no Projeto Parent in Scienceque sensibilizou a Diretora de Engenharias, Ciências Exatas, Humanas e Sociais do CNPq, Profa. Adriana Tonini, que encaminhou a proposta à Diretoria Executiva.

Com a aprovação, a proposta seguirá fluxo de desenvolvimento e implementação, devendo estar disponível para preenchimento no Currículo Lattes nos próximos meses.

O CNPq tem sido pioneiro na discussão e enfrentamento do tema. O Programa Mulher e Ciência, criado em 2005, foi o vetor de uma série de iniciativas que promovem um ambiente mais equânime no campo da ciência, da tecnologia e da inovação, com destaque para a aprovação da prorrogação de bolsas – por um período de 4 ou 12 meses, a depender da modalidade da bolsa – em caso de parto ou adoção. (CNPq)

Fonte: brasilcti

[Edital] Fundação Boticário

[vc_row][vc_column][vc_column_text]DADOS GERAIS
Edital nº : APOIO A AÇÕES DE CONSERVAÇÃO Edital de Apoio a Projetos – 1º. Semestre 2019

Financiador: Fundação Boticário

Modalidade: Chamada Pública

Quem pode participar:
Pessoas jurídicas sem fins lucrativos, como organizações nãogovernamentais ou fundações e associações. Não são aceitas propostas de instituições públicas, inclusive universidades, inscritas como instituição responsável. Estas instituições podem participar das propostas como instituições parceiras.

Prazos:
23h59min do dia 31 de março.

Etapas da seleção
Proposta:

O documento Orientações para elaboração de projetos Edital de Apoio a Projetos traz detalhadamente como deve ser elaborada a proposta ( roteiro para plano de trabalho e orçamento).

Informações complementares

FORMA DE ENVIO:

Para a inscrição via formulário online, o proponente deverá:

a) Acessar o site da Fundação Grupo Boticário, na seção O que Fazemos/Editais/Linhas de Apoio/Apoio a Projetos clique em INSCREVA-SE para acessar seu cadastro. Caso não tenha cadastro, clique em “…fazer seu cadastro”. Caso tenha cadastro, mas não se lembre da senha, clique em “…recebê-la via e-mail”. Assim, a senha é automaticamente enviada para o e-mail cadastrado;
b) Escolher a linha de apoio desejada e clicar em “+ (novo)” para acessar o formulário. Caso a linha de apoio não esteja disponível, ou edital aberto, não será possível o acesso ao formulário;
c) Preencher as informações necessárias de acordo com as orientações. Ressalta-se que, para que as informações sejam salvas, é necessário clicar no botão CONTINUAR localizado ao final de cada aba;
d) Clicar em VERIFICAR PENDÊNCIAS. Caso haja pendências, estas deverão ser sanadas para finalização do cadastro da proposta;
e) Após o preenchimento completo do formulário, clicar em FINALIZAR PROPOSTA para envio ao banco de dados. Assim que finalizada a proposta, não será mais possível qualquer tipo de edição dos dados.

DO OBJETO
Objeto

A Fundação Grupo Boticário promove pelo vigésimo nono ano consecutivo o seu Edital de Apoio a Projetos, seguindo sua missão de “Promover e realizar ações de conservação da natureza”.
São relevantes propostas que:

•  Tragam resultados concretos imediatos para a conservação in situ;
•  Promovam a integração de diferentes áreas do conhecimento, direcionando esforços sinérgicos para a conservação da natureza;
•  Gerem informações que estejam claramente ligadas a ações futuras de conservação, aplicando o conhecimento obtido;
•  Elucidem aspectos relevantes ou promovam a conservação de hábitats, espécies ameaçadas ou chave para o funcionamento de ecossistemas;
•  Tragam inovações e novas tecnologias para a conservação

Linhas temáticas:

•  Unidades de Conservação de Proteção Integral e RPPNs
•  Espécies Ameaçadas
•  Ambientes Marinhos
•  Soluções para a conservação

Período de Execução: Entre 12 e 36 meses
Valor aportado: R$ 2.000.000 ( o edital não determina mínimos e máximos para a proposta, mas geralmente são aprovados entre 10 e 12 projetos)

Itens Financiáveis:
Bolsas de Iniciação Cientifica.

Informações adicionais
Ressalta-se que todo o processo seletivo da Fundação Grupo Boticário leva em torno de 5 a 6 meses (ver item 5), ou seja, as propostas devem considerar este prazo para o início do projeto.
A Fundação Grupo Boticário também se reserva o direito de considerar inelegíveis propostas que se enquadrem em uma das situações abaixo:

a) Possuir responsável técnico e/ou instituição responsável de projeto em andamento com pendências contratuais, sejam de ordem administrativa, técnica ou financeira;
b) Organizações que tenham sido oficialmente instituídas a menos de um ano na data de fechamento do edital;
c) Que não apresentarem, quando cabível, as autorizações ambientais pertinentes, ou os protocolos de suas solicitações junto aos órgãos competentes, bem como documentos de autorização de proprietários de áreas particulares, quando for o caso;
d) Responsáveis técnicos e/ou instituições responsáveis com histórico de reincidentes atrasos sem prévia autorização ou justificativas aceitáveis no envio de relatórios técnico-financeiros;
e) Instituições com histórico de reincidência no envio de comprovantes de despesas sem a devida comprovação de recolhimento fiscal seja para pagamento de pessoal ou aquisição de suprimentos e equipamentos;
f) Instituições que possuam políticas e/ou normas de gestão de contratos/projetos incompatíveis as utilizadas pela Fundação Grupo Boticário;
g) Instituições que estejam, no momento da assinatura do contrato de patrocínio, relacionadas no Cadastro de Entidades Privadas Sem Fins Lucrativos Impedidas do Governo Federal – CEPIM (http://www.portaltransparencia.gov.br/cepim/).[/vc_column_text][vc_btn title=”VEJA AQUI O EDITAL” shape=”square” color=”warning” link=”url:http%3A%2F%2Fwww.finatec.org.br%2Feditais%2Fedital-fundacao-boticario||target:%20_blank|”][/vc_column][/vc_row]

[Edital] Projeto de P&D

[vc_row][vc_column][vc_column_text]DADOS GERAIS

Edital nº CHAMADA PÚBLICA 001/2019 – CHAMADA PÚBLICA PARA MANIFESTAÇÃO EM ESTABELECER PARCERIA EM PROJETO DE P&D

Financiador: Eletrobrás/ Eletronorte

Modalidade: Chamada Pública

Quem pode participar:

As empresas interessadas nesta Chamada Pública deverão atender aos seguintes requisitos mínimos:

  • Possuir em suas atribuições a atividade de Pesquisa e Desenvolvimento e Fabricação devidamente comprovadas em seu estatuto ou contrato social.
  • Experiência mínima de 10 (dez) anos em:
    • Desenvolvimento de sistemas microprocessados com arquitetura ARM (Advanced RISC Machine) e com arquitetura DSP (Digital Signal Processor);
    • Desenvolvimento de dispositivos e/ou protótipos instrumentais para medição de parâmetros elétricos em subestações de energia elétrica e/ou em redes de transmissão e distribuição de energia elétrica;
    • Desenvolvimento de sistemas eletrônicos embarcados baseados em Kernel Linux e/ou em kernel proprietário específico para tempo real;
    • Desenvolvimento de ferramentas computacionais (firmware/software) dedicados para processamento em tempo real;
    • Desenvolvimento de algoritmos dedicados para processamento de sinais (nos domínios tempo/frequência);
    • Desenvolvimento de ferramentas computacionais dedicadas à operação na internet;
    • Desenvolvimento de produtos com imunidade/compatibilidade eletromagnética para operação em ambientes ruidosos.

**O tempo mínimo de 10 (dez) anos deverá ser comprovado por meio de documento que demonstre a experiência mercadológica do Interessado, abrangendo a venda de solução tecnológica, licenciamento ou atestado de capacidade técnica detalhado, compatível com o objeto desta chamada, emitido por empresa idônea. As empresas reservam-se do direito de diligenciarem a documentação apresentada, sob pena de inabilitação da empresa candidata.

  • Será exigida, em etapa futura, a apresentação de contrapartida economicamente mensurável para o desenvolvimento do projeto de P&D;
  • São impedidas de participar da Chamada Pública e serem contratadas pela Eletronorte as pessoas jurídicas:
  • Que tenham sofrido a penalidade de suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar, prevista no inciso III do Artigo 87 da Lei n. 8.666/1993, desde que aplicada pela própria empresa que promove a licitação e/ou a contratação.
  • Que tenham sofrido a penalidade de impedimento de licitar e contratar, prevista no Artigo 7º da Lei n. 10.520/2002 ou no Artigo 47 da Lei n. 12.462/2011, aplicada por qualquer órgão ou entidade integrante da Administração Pública federal.
  • Que tenham sofrido a penalidade de declaração de inidoneidade, prevista no inciso IV do Artigo 87 da Lei n. 8.666/1993, aplicada por qualquer órgão ou entidade integrante da Administração Pública nacional, ou a prevista no Artigo 46 da Lei n. 8.443/1992, aplicada pelo Tribunal de Contas da União.
  • Que tenham sofrido a penalidade de proibição de contratar com o Poder Público prevista nos incisos do Artigo 12 da Lei n. 8.429/1992.
  • Que se referem os Artigo 38 e 44 da Lei n. 13.303/2016.

Prazos:
Até 31/03/2019
Etapas da seleção
Documentação:

• Cópia em arquivo eletrônico do Formulário para Manifestação de Interesse (em anexo) devidamente preenchido e assinado.
• Declaração de nada consta de suas obrigações fiscais, tributárias e trabalhistas.
• Declaração de que não possui grau de parentesco, até o 3º grau, na ELETRONORTE.
• Portfólio institucional e documentação que apresente o atendimento ao item 3 desta chamada.

Informações complementares

FORMA DE ENVIO:
Formulário disponibilizado no site:

Chamada Pública Eletronorte nº 001/2019 – Parceria P&D


Dúvidas ou esclarecimentos necessários à manifestação de interesse deverão ser direcionados ao email pesquisa@eletronorte.gov.br até as 23h59 do dia 27/03/2019, com o assunto “Chamada pública 001/2019 – Sigla dos interessados”.

As respostas para os questionamentos serão publicadas no link INOVAÇÃO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA na página da Eletronorte http://agencia.eletronorte.gov.br/site/eletronorte/inovacao-e-eficiencia- energetica/) até o dia 29/03/2019.

DO OBJETO

Objeto

Visa selecionar empresa ou conjunto de empresas para compor a equipe executora do projeto de P&D para desenvolvimento de Cabeça de Série e Lote Pioneiro de instrumentação embarcada para medição da qualidade da energia elétrica e oscilografia digital.

O projeto será desenvolvido juntamente com a Universidade de Brasília – UnB, na condição de Empresa Executora, tendo a ELETRONORTE como Empresa Proponente.

O desenvolvimento tem como finalidade a integração com ferramenta computacional desenvolvida para a análise da qualidade da energia elétrica constituída de:
• Interface A/D com 8 canais de entrada (4 canais para corrente elétrica e 4 canais para tensão elétrica), resolução de 24 bits por canal e capacidade de configuração da frequência de amostragem para valor igual ou superior 32 k- amostras na digitalização simultânea dos 8 canais de entrada;
• Arquitetura dedicada com processador de sinais para controlar todas as funções de tempo real e transferência de dados e sinais;
• Arquitetura computacional hospedeira de alto desempenho para a execução de algoritmos dedicados;
• Possibilidade do dispositivo atuar com um servidor de rede e software aplicativo para QEE configurável remotamente;
• Plataforma com interface interativa de usuário em ambiente para sistema operacional Windows que realize de forma idêntica, todos os algoritmos de QEE implementados no equipamento;
• Plataforma para oscilografia com compressão de dados – sistema com interface interativa de usuário para simulação de algoritmos de compressão de dados para futura integração ao equipamento desenvolvido; e
• Desenvolvimento de testes de desempenho funcional de instrumentos de medição de parâmetros de qualidade da energia elétrica, para a validação do instrumento em produção.[/vc_column_text][vc_btn title=”VEJA AQUI O EDITAL” shape=”square” color=”warning” link=”url:http%3A%2F%2Fwww.finatec.org.br%2Fsite%2Fwp-content%2Fuploads%2F2019%2F03%2FCHAMADA_P%C3%9ABLICA_PPGDSCI_ALUNOESPECIAL_2019-1_final.pdf||target:%20_blank|”][/vc_column][/vc_row]

Finatec apoia DEX/UnB no evento Mulheres que Transformam

[vc_row][vc_column][vc_column_text]No mês da mulher a Finatec apoiou o evento “Mulheres que Transformam” organizado pelo Decanato de Extensão da UnB e realizado no auditório 9 do ICC sul, no dia 21 de março. O evento, reuniu homens e mulheres para discutir projetos, experiências e histórias de vida contadas por quatro mulheres especiais.

No formato de mini palestras, contou com a participação de mulheres atuantes e referências em diversas áreas. Estiveram presentes Sabrina Fernandes, Lola Aronovich, Gina Vieira e Ana Flávia Pinto.

A decana de extensão, professora Olgamir Amancia Ferreira, abriu as apresentações agradecendo as convidadas por terem aceito o convite de partilhar suas histórias com a Universidade de Brasília. “Ter a oportunidade de dialogar com mulheres com trajetórias tão ricas é fundamental para que possamos nos unir e transformar o mundo num espaço mais igual garantindo direitos e nos permitindo ser homens e mulheres reconhecidos por aquilo que somos e não por aquilo que temos” – evidencia a decana.

A Assessora de Comunicação da Finatec, Maíra Rocha, participou do evento representando a Diretora Secretária da Finatec, Professora Andrea Cristina Santos e destaca a valorização da mulher na própria Fundação. “A Finatec investe e acredita no potencial da mulher. Nos cargos de gestão como assessorias, gerências, diretoria e supervisão, somos a maioria. Ocupamos mais de 70% dessas atividades com resultados muito positivos ” – revela a Assessora de Comunicação.

Com duração de duas horas, as convidadas partilharam suas experiências de vida e, ao final foi aberto para interação como público. A iniciativa apoiada pela Finatec faz parte de uma programação fixa do decanato de extensão realizada sempre uma vez por semestre.

Conheça um pouco mais sobre as convidadas do evento:[/vc_column_text][vc_empty_space height=”15px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/4″][vc_single_image image=”21963″ img_size=”full”][vc_empty_space][/vc_column][vc_column width=”3/4″][vc_column_text]Gina Vieira: Professora de português na Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), criou em 2013 o Projeto Mulheres Inspiradoras voltado para adolescentes de Ceilândia. Transformou a realidade de centenas de estudantes incentivando a leitura de bibliografias de mulheres inspiradoras e a realização de entrevistas com mulheres de sua comunidade. O trabalho foi replicado em diversas escolas do Distrito Federal, tornando-se política pública educacional e conquistando diversos prêmios. Veja mais aqui.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/4″][vc_single_image image=”21964″ img_size=”full”][vc_empty_space][/vc_column][vc_column width=”3/4″][vc_column_text]Dolores Aronovich: Mais conhecida como Lola Aronovich, é blogueira feminista e pedagoga argentina, naturalizada brasileira. Também atua como professora universitária e sua pesquisa é focada em literatura inglesa, cinema e questões de gênero. Saiba um pouco mais sobre a Lola aqui.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/4″][vc_single_image image=”21962″ img_size=”full”][vc_empty_space][/vc_column][vc_column width=”3/4″][vc_column_text]Ana Flávia Pinto: Doutora e pós-doutora e Mestre em História, bacharel em Jornalismo É professora adjunta da área de Teoria e Metodologia do Ensino de História do Departamento de História da UnB. Desenvolve pesquisas articulando conhecimentos das áreas de História, Comunicação, Literatura e Educação, com ênfase em pensadores/as negros/as, imprensa negra, abolicionismos e experiências de liberdade e cidadania negras no período escravista e no pós-abolição no Brasil. Veja um vídeo da professora.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/4″][vc_single_image image=”21965″ img_size=”full”][vc_empty_space][/vc_column][vc_column width=”3/4″][vc_column_text]Sabrina Fernandes: Doutora em Sociologia pela Carleton University e professora substituta e pesquisadora da Universidade de Brasília, Sabrina é a produtora por trás do Tese Onze. O Tese Onze foi criado em junho de 2017 pela socióloga Sabrina Fernandes. Inicialmente, o canal se chama À Esquerda e estava focado em apresentar elementos da pesquisa da Sabrina. Com o tempo, a audiência foi se ampliando, assim como a demanda por temáticas diversas. Clique aqui e acesse o canal.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_column_text]Veja mais fotos[/vc_column_text][minti_gallery ids=”21953,21952,21951,21950,21949″ columns=”5″ style=”2″][/vc_column][/vc_row]

Aniversário de 27 anos da Finatec

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

No dia 13 de março, a Finatec comemorou mais um ano! A Diretoria Executiva reuniu os colaboradores no Confi I para refletir sobre as vitórias e o papel de cada um nas atividades da Fundação. O Diretor Presidente professor Edson Paulo da Silva reforçou os avanços da Finatec ao longo da gestão de 2015/2019 ressaltando as conquistas como a Academia Finatec, o PROSPECTA e a quantidade de projetos realizados nesse período.

A Diretora Secretária, Professora Andreia Cristina Santos, promoveu uma reflexão com o corpo técnico, convidando cada área da Finatec para dizer sobre a contribuição de sua atividade nos resultados da Fundação.

A primeira a se pronunciar foi a colaboradora do Financeiro Michelly Souza que colocou muito bem a importância social das fundações. “Nós trabalhamos no terceiro setor. Espaço dedicado a suprir as lacunas do estado e promover o bem da sociedade. Nós somos responsáveis por esse desenvolvimento por meio dos projetos aqui na Finatec. Não trabalhamos esperando o lucro. Nós trabalhamos com vidas” – destaca a Contadora.

A segunda a falar foi a colaboradora Áurea Torres, responsável pelo setor de manutenção e conservação da Finatec. “Nosso trabalho é deixar tudo funcionando cem por cento para atender todos os clientes e nossos colaboradores internos. Deixar tudo em ordem para quem chega na fundação ” – reflete.

 

A Nutricionista, Ângela Silva, pontou a importância do espaço do Restaurante como um local de promoção de saúde para todos. “Somos uma equipe de apoio que oferece energia, saúde e clima agradável para que todos possam desenvolver bem suas funções” – pontuou a supervisora.

 

Para finalizar as reflexões sobre a importância dos setores na fundação, o chefe da documentação, Renato Costa, destacou o setor como memória institucional. “Temos a função de centralizar todas as informações da Finatec. Como na documentação ficam guardados tantos projetos, conseguimos ter acesso aos resultados de várias pesquisas que impactam a sociedade. Uma que me marcou muito foi a de um projeto que buscava o barateamento da cadeira de rodas motorizada, que na época era uma tecnologia menos acessível” – recorda o arquivista.

Para encerrar a reunião a Diretora Secretária da fundação, professora Andrea Cristina destacou a importância da equipe na trajetória de sucesso da Finatec. “A Finatec não é um prédio. A Finatec é essa equipe que está aqui na sala e que auxilia os pesquisadores com profissionalismo e dedicação no dia a dia. Parabéns para todos nós!” – finalizou a Diretora.

O aniversário foi comemorado com a comunidade externa com um almoço especial! Foi oferecido uma mesa com chás, água saborizada, café e docinhos. Um violinista com repertório clássico e suave deu o tom de comemoração à data especial.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][minti_spacer height=”20″][minti_headline type=”div” size=”fontsize-m”]Veja mais fotos[/minti_headline][minti_gallery ids=”21996,21997,21998,21999,22000,22001,22003,22004,22005,22006,22002,21995″ columns=”4″ style=”2″][/vc_column][/vc_row]

Finatec apresenta o novo organograma da Fundação

Ainda no escopo das ações de Compliance e Governança, a Finatec está aprimorando o seu organograma institucional. Essa estrutura, faz parte da estratégia da organização, uma vez que reforça as responsabilidades das equipes, tornando o modelo de gestão mais transparente.

De acordo com a Gerente de Gestão de Pessoas, Renata Gadelha de Sá, o documento possui um papel fundamental. “É importante que todos os colaboradores compreendam quem são os responsáveis pelos setores, quais deles têm potencial de crescimento e para onde os setores podem expandir-se” – destaca a gerente.

No novo organograma, aprovado pelo Conselho Superior da Finatec, foi criada a Gerência de Cursos que abrigou, também, o núcleo de eventos. O administrativo foi desvinculado da contabilidade e do financeiro que se transformaram em uma gerência própria garantindo a efetiva segregação das atividades das áreas. Finalmente, as atividades administrativas, tais como manutenção e locação predial, bem como o restaurante da fundação, ficaram a cargo da Superintendência.

Segundo o Superintendente da Finatec, Gustavo Condeixa, com o novo organograma é possível garantir a atuação técnica das áreas. “Agora podemos destacar profissionais conforme a sua especialidade de gestão” – enfatiza o Superintendente.

O Diretor Presidente da Finatec, Professor Edson Paulo da Silva, vê essas adequações de forma bastante positiva uma vez que elas garantem a efetiva segregação das funções. “As alterações sugeridas foram muito pertinentes. Vivenciamos um momento importante da fundação no qual estamos organizando as áreas e revendo nossa Governança. O objetivo é conferir celeridade e maior transparência dos processos da Fundação. Com o novo organograma, atendemos melhor nossos parceiros uma vez que as áreas se fortalecem” – reflete o Diretor.

Confira abaixo o novo organograma da Fundação:

Conselho Superior da Finatec elege seu novo Presidente

[vc_row][vc_column][vc_column_text]No dia 18 de fevereiro de 2019, aconteceu a primeira reunião do ano do Conselho Superior da Finatec e, nessa oportunidade, também foi realizada a eleição do novo Presidente do Conselho Superior.

A eleição foi resultado do vencimento do antigo mandato da Conselheira Lilian Marly de Paula, professora da Universidade de Brasília da Faculdade de Ciências da Saúde que assumiu em janeiro de 2017.

Participaram da eleição 10 conselheiros e o escolhido para assumir o cargo de Presidente do Conselho Superior foi o professor Antônio César Pinho Brasil Junior, da Faculdade de Tecnologia. De acordo com o Art 12 do Estatuto da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos cabe ao presidente do Conselho Superior, convocar os membros para as reuniões e dirigir os trabalhos do grupo, possuindo voto de qualidade por meio do exercício de suas deliberações.[/vc_column_text][minti_spacer height=”20″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/4″][vc_single_image image=”21973″ img_size=”full”][/vc_column][vc_column width=”3/4″][vc_column_text]Conheça um pouco mais do professor Antônio Brasil 

Antonio César Pinho Brasil Junior é graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Pará com mestrado em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Seu Doutorado na área de Thérmique et Energetique foi obtido na Ecole Centrale de Lyon – França em 1992. Atualmente é professor associado da Universidade de Brasília. As atividades acadêmicas do professor estão associadas ao Departamento de Engenharia Mecânica e no Centro de Desenvolvimento Sustentável da UnB. Na área de ciências mecânicas os principais temas de interesse são: termociências e energia renováveis. Alternativamente o docente atua na área de desenvolvimento sustentável, com interesses nos modelos para o desenvolvimento nos biomas amazônia e pantanal, explorando temáticas de pesquisa que envolvam de maneira interdisciplinar a sustentabilidade de opções tecnológicas.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support