Na próxima segunda-feira, 02/08, das 12h às 16h, o site ficará indisponível em função de manutenção na rede da UnB. Agradecemos a compreensão.

Analista Contábil – Contabilidade

Área: Contabilidade
Cargo: Analista Contábil

Principais Responsabilidades:

  • Acompanhamento dos Registros e análise das contas dos balancetes;
  • Conciliação das contas contábeis;
  • Elaborar relatórios contábeis de forma gerencial;
  • Conhecimento da estrutura do diário e do Livro Razão.

Requisitos Obrigatórios:

  • Superior em Contabilidade com registro no CRC;
  • Pós-Graduação na área.
  • Conhecimento das práticas contábeis;
  • Conhecimento da Legislação de Entidades Sem Fins Lucrativos;
  • Elaboração de Demonstrações Contábeis e Notas Explicativas;

Requisitos desejáveis:

  • Conhecimento do Sistema SAP;
  • Conhecimento das normas de prestação de contas para o Ministério Público.

Salário: R$ 5.775,00
Benefícios: Assistência Médica, Assistência Odontológica, Restaurante na empresa, Seguro de vida em grupo, Vale-transporte.
Regime de contratação: CLT (Efetivo)
Horário: De segunda a sexta, das 8h00 às 17h00.

Enviar currículo com o assunto Analista Contábil para curriculos@finatec.org.br até 31/10/2019.

XII Convenção de Contabilidade do DF com foco na era Digital é realizada na Finatec

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Com os avanços significativos da tecnologia a Contabilidade vive um novo momento de se reinventar. Cabe ao profissional entender como essas mudanças afetam os processos tradicionais de trabalho e como se portar de agora em diante. Pensando nesse contexto a XII Convenção de Contabilidade do Distrito Federal aconteceu no último dia 25 de outubro na Finatec, e abordou o seguinte tema “A era digital chegou. E então profissional contábil? ”. Com cerca de 160 profissionais da área presentes, temas como a Comunicação em Redes Sociais, Governança em setores públicos e privados, novas competências do profissional contábil, a disrupção digital e o empreendedorismo nos dias atuais, foram discutidos nas diversas palestras que aconteceram na convenção.

O evento, acontece a cada dois anos, e busca sempre discutir não só as questões essencialmente técnicas, mas também, aquelas que são importantes para o profissional diante do cenário apresentado pelo mercado. Segundo Adriano Marrocos, Presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Distrito Federal, a era digital já é uma realidade mercadológica para a qual o profissional necessita se atentar. “Estamos aqui para discutir um cenário que já está fixado, um cenário real; o novo cenário econômico e novo cenário mercadológico. Econômico por conta de uma série de sistemas que foram lançados como o caso do blockchain, mercadológicas por conta das mudanças na postura profissional que o mercado exige ” – reflete o presidente do Conselho.

Uma preocupação levantada no último ano para os profissionais da área é que a atividade do profissional de contabilidade estaria perto do fim, mas para o Presidente do CRC essa afirmação seria infundada. “Não estamos preocupados com essa afirmação porque ela não faz sentido, o que vai acabar é a forma como nós trabalhávamos. Isso realmente está com os dias contados. Diante desse novo cenário mercadológico que se apresenta, nós temos que investir em tecnologia buscando nos adequar a essa nova realidade e esse é um dos focos de hoje.“ – comenta Marrocos.

Esse novo cenário coloca a postura das empresas de contabilidade no centro das discussões. Como levar para o cliente os resultados do trabalho desenvolvido e ampliar a gama de serviços prestados, considerando que a forma de trabalho será substituída por plataformas que farão os serviços antes executados manualmente? De acordo com Adriano, são esses os pontos nos quais os contadores e auditores devem se atentar. “Devemos olhar para essa posição de mercado sabendo que estamos diante de um tema de ruptura de paradigmas que envolve tanto o mercado quanto a questão profissional. Estamos em um novo cenário, numa realidade que requer investimentos e posturas mais adequadas e que parte desses profissionais, aonde eu me encaixo, não foi formada para essa realidade e a outra parte de profissionais já estão acostumados a esse cenário que se apresenta. ” – pontua Adriano.

Assim, a inovação e a agregação de valor às entregas dos contadores foram o foco das discussões para os profissionais que participaram da Convenção. “Estamos buscando equilibrar esse conflito de gerações, compensar com o evento e com os palestrantes que aqui vieram, essas diferenças para que todos possam enfrentar o mercado com mais condições. Até mesmo pensando na sobrevivência, no crescimento, no progresso das empresas e dos profissionais. ” – finaliza Adriano Marrocos, presidente do CRC.

 

Veja as fotos da Conferência:[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][minti_gallery ids=”24191,24192,24193,24194,24195,24196,24197,24198,24199,24200,24201,24202,24203,24204,24205,24206,24207,24208,24209,24210,24211,24212,24213″ columns=”4″ style=”2″][/vc_column][/vc_row]

Finatec recebe o XVIII SITRAER, principal evento sobre aviação e transporte aéreo da América Latina

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

A capital do Brasil foi escolhia por concentrar o maior hub de voos do país.

Com intuito de promover o intercâmbio necessário entre o meio acadêmico, o mundo empresarial, os prestadores de serviços e as autoridades reguladoras, o XVIII SITRAER foi realizado na Finatec nos dias 22 a 24 de outubro. Temas de extrema relevância foram abordados por pesquisadores de Transporte Aéreo, incluído pesquisas sobre modelo, soluções tecnológicas, análises qualitativas ou quantitativas e outras abordagens com raciocínio científico. Dessa forma, a décima oitava edição do evento, proporcionou a disseminação e debates de grande valor para esse setor de atividade tão importante para a economia, meio ambiente e qualidade de vida dos cidadãos.

Para o professor Li Weigang, chefe do Departamento de Ciência da Computação da UNB, o evento teve grande sucesso graças ao apoio que recebeu de diversas instituições “Nós temos grande apoio institucional do governo brasileiro, entre elas a Secretaria de Aviação Civil, Agência de Aviação Civil e INFRAERO. Tivemos a presença de grandes agências, como por exemplo, SAC com 45 profissionais, ANAC com 26 e INFRAERO com 38 profissionais entre outros, para participar do nosso evento. Órgãos nos que apoiaram e patrocinaram o evento” – revela o professor.

Para um dos organizadores do evento, Leonardo Cruciol, a presença desses órgãos foi muito importante para atingir os objetivos do SITRAER. “Esse link que a gente faz no SITRAER é bastante importante pra gente ter os resultados e levar as atividades que são feitas na academia para dentro da indústria. Atingimos a expectativa de público, cerca de 200 pessoas, que conseguimos alcançar principalmente por causa dos órgãos que trouxemos para o evento. No dia da abertura comparecerem diversas autoridades, brigadeiros da aeronáutica, presidente da Infraero e diretores da ANAC. É bem importante esse contato e os resultados estão sendo muito bons. Houve, também, a apresentação de 52 artigos feitos por estudantes e pesquisas de diversas universidades como UnB, USP, ITA e UDC. Realmente conseguimos difundir as pesquisas que estão acontecendo no Brasil junto aos principais órgãos da área também. ” – comemora o pós doutorando e organizador do evento.

Além da apresentação de artigos e o avanço nas pesquisas de Transporte Aéreo, para Mariana Wong Yoshikawa da Atech, e uma das congressistas do SITRAER, o evento permitiu estreitar relações com outras pessoas da aviação. “Pra gente é uma ótima experiência para networking e para entender o que as pessoas do Brasil e do mundo estão fazendo. É o momento de se atualizar e renovar algumas ideias, além de buscar as provocações para desenvolvermos algumas delas na empresa. Fui surpreendida pelo evento. Houve até mais pautas do que eu esperava, com por exemplo, meio ambiente, que já estamos inclusive trabalhando, mas que eu não estava esperando para esse evento. ”

Confira as fotos do evento:[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][minti_gallery ids=”24166,24167,24168,24169,24170,24171,24172,24173,24174,24175,24176,24177,24178,24179,24180,24181,24182,24183,24184,24185″ columns=”4″ style=”2″][/vc_column][/vc_row]

Instituto Sagres oferece curso de Negociação Avançada na Finatec

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Barganhar, utilizar a legitimidade do poder, trabalhar a integração ou usar técnicas de amaciamento. Essas são algumas das possibilidades do universo da negociação que foram transmitidas de uma forma muito assertiva pelo professor Eugênio Carvalhal no curso de Negociação Avançada para altos executivos promovido pelo Instituto Sagres.

Mestre em Gestão Empresarial, Especialista em Negociação pelo Situation Management System Institute (MA, USA), University of British Columbia (Vancouver, Canadá) e pela CWC School for Energy (Londres, UK), o professor Carvalhal utilizou-se da mesma metodologia da escola de Havard Business e desenvolveu atividades práticas para que os alunos pudessem exercitar as teorias dessa área.

O curso com 12 horas de duração, aconteceu nos dias 18 e 19 de outubro na sede da Finatec e reuniu o mais alto escalão de empresas privadas , órgãos públicos e agrupamentos do país como o Banco do Brasil, Exército e Ministérios.

Organizado e preparado pelo Instituto Sagres, o curso rendeu muitos elogios dos participantes pela qualidade, organização e competência técnica do professor. A iniciativa de realizar o curso na Finatec aconteceu a partir de uma primeira parceria firmada entre o Instituto Sagres e a Academia Finatec por meio da Gerente da Academia Finatec, Monika Heringer e a Presidente do Instituto Sagres, Maria Verônica Koril Campos. “A parceria com o Instituto Sagres acrescenta valor nas ações educativas da Academia Finatec, possibilitando a expansão da atuação em red na formação continuada de profissionais experientes que atuam nas áreas estratégicas de órgãos públicos e privados” – destaca a gerente da Finatec.

Ao final da experiência o General Rocha Paiva agradeceu o professor em nome da turma e entregou um livro sobre estratégia assinado por todos os alunos que participaram do curso. “Foi uma aula muito dinâmica, tratando de um assunto muito importante. A partir de agora quando nós olharmos uma crise, ao invés de olhar aqui, vamos poder ver aqui de cima. Receba a nossa lembrança em agradecimento ao senhor pela maneira como levou as aulas, com muita simpatia e didática.” – reforçou o General.

 

Veja as fotos desse momento:[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][minti_gallery ids=”24142,24143,24144,24145,24146,24147,24148,24149,24150,24151,24152,24153,24154,24155″ columns=”4″ style=”2″][/vc_column][/vc_row]

Finatec recebe o HD1 EXPOGOV Brasília 2019

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Com palestras voltadas para inovação e tecnologia no setor público, o HDI EXPOGOV Brasília 2019, aconteceu no dia 17 de outubro, na Finatec. Reuniu colaboradores e gestores de diversas entidades públicas para abordar modelos e práticas em gestão de TI levando em consideração temas como a transformação digital, cidades inteligentes, governança de tecnologia, cloud para governo, marco legal da inovação, entre outros.

Num cenário onde as novas tecnologias são muito acessíveis, porém não são capazes de trazer inovação por si só, o evento colocou foco no ser humano como agente dessa inovação e trouxe a Consultora em Desenvolvimento Organizacional Rosangélica Coletti com a palestra “Ser humano como propulsor da inovação”.

A consultora, destacou em sua fala, a importância do papel dos indivíduos na operação das ferramentas e que tecnologia precisa das habilidades humanas para ser aplicada com resultados. “A importância dessa palestra é exatamente fazer com que cada pessoa entenda que a tecnologia por si só não gera inovação e que o DNA da tecnologia tanto das grandes empresas, como das novas empresas de tecnologia, está pautado nas habilidades do ser humano em sentir as necessidades do cliente, da sociedade em propor soluções inovadoras; disruptivas, ousadas. E para isso, é necessário que o ser humano entenda o papel dele e que a tecnologia é apenas uma ferramenta, ele é a pessoa central. Só o homem é capaz de desenvolver habilidades como a sensibilidade e a criatividade e, junto com os gestores, proporcionar autonomia ao seu time e assim construir a inovação, equipes ágeis e resultados exponenciais. ” – ressalta Coletti.

Também estiveram presentes no evento grandes fornecedores da área apresentando suas soluções, proporcionando insigths e networking para os participantes.

Confira as fotos do evento:

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][minti_gallery ids=”24103,24104,24105,24106,24107,24108,24109,24110,24111,24112,24113,24114,24115,24116,24117,24118″ columns=”4″ style=”2″][/vc_column][/vc_row]

Assistente administrativo I

Área: Gerência de Cursos e Eventos
Cargo: Assistente administrativo I

Principais Responsabilidades:
Executar atividades gerais de apoio administrativo ao núcleo de acompanhamento de cursos;
Digitalizar formulários, contratos, pedidos, cartas e outros documentos necessários;
Efetuar a classificação e organização de documentos para arquivamento;
Participar do planejamento, execução e monitoramento de atividades sob sua responsabilidade;
Auxiliar na execução das atividades operacionais relacionadas a execução dos cursos;
Cadastrar nos Sistemas: contratos, estágios, bolsas de extensão, pessoa física, pessoa jurídica e outros.
Auxiliar no controle de prazos e entrega de relatórios;
Auxiliar no controle de prazos e entregas de relatórios;
Auxiliar na confecção de relatórios diversos e dentre outras atividades pertinentes ao cargo.

Requisitos Obrigatórios:
Ensino médio completo ou cursando ensino superior;

Conhecimentos habilidades e atitudes necessárias:
Iniciativa;
Organização;
Agilidade;
Capacidade para cumprir prazos e trabalhar sob pressão.

Salário: R$ 1.701,75
Benefícios: Assistência Médica, Assistência Odontológica, Restaurante na empresa, Seguro de vida em grupo, Vale-transporte.
Regime de contratação: CLT (Efetivo)
Horário: De segunda a sexta, das 8h00 às 17h00.

Enviar currículo com o assunto Assistente adm I para curriculos@finatec.org.br até 23/10.

Gestão Pública – Pesquisadores Pós-Graduação

Pesquisadores Pós-Graduação – Pesquisador “B” Gestão Pública
Projeto: Institucionalização FAPDF.
Local: FINATEC.
Duração: 08 meses
Salário e benefícios: R$ 2.500,00 de bolsa auxílio
Carga horária: 20 horas a serem cumpridas no Distrito Federal a serem cumpridas para a consecução do projeto.

Auxiliar nas seguintes atividades:
• Acompanhar e relatar os trabalhos dos grupos de pesquisa nas áreas afetas a gestão no âmbito da FAP-DF
• Acompanhar as ações promovidas pela FAP-DF;
• Promover o fortalecimento de ações de interlocução com os agentes e órgãos da FAP-DF;
• Acompanhar ações desenvolvidas pelos grupos temáticos de pesquisa com objetivo de promover ciência, pesquisa e inovação;
• Auxiliar a implementações de ações decorrentes da governança da FAP-DF.
• Desenvolver atividades de pesquisa, análise de dados, elaboração de textos e artigos;
• Auxiliar o Pesquisador Sênior nas atividades correlatas a área de concentração.

Requisitos Obrigatórios:
• Ser aluno regular de pós-graduação (Mestrado ou Doutorado) da Universidade de Brasília nas áreas de Gestão Pública, Ciência Política, Ciências Sociais, Relações Internacionais, Psicologia, Direito, Ciência Econômica, Administração, Contabilidade, Ciência da Computação ou Engenharia;
• Capacidade de comunicação escrita e oral, inclusive elaboração de relatórios, participação em conferências, seminários e reuniões técnico científicas;
• Residência em Brasília durante a duração do projeto;
• Disponibilidade de no mínimo 20 (vinte) horas semanais para dedicação ao projeto;
• Capacidade de compreensão de textos técnicos e científicos em língua inglesa;
• Capacidade de operação em sistemas de comunicação (correio eletrônico e redes sociais);
• Disponibilidade de horário;
• Ser pró-ativo e ter capacidade de trabalho em equipe;

Requisitos desejáveis:
• Ter completado os créditos obrigatórios requeridos no curso de pós-graduação;
• Possuir conhecimento básico em mapeamento de processos e indicadores de gestão.

Seleção:
Para a etapa 1, deve ser enviado para o e-mail: curriculos@finatec.org.br impreterivelmente até dia 25/10/2019, um único arquivo pdf com o Currículo Lattes, Comprovante de Aluno Regular de Pós-Graduação (Mestrado ou Doutorado) da Universidade de Brasília, colocar no assunto: Pesquisador Institucionalização FAPDF Gestão Pública.
Para a etapa 2, o candidato realizará entrevista para área de concentração para o qual for convocado.

Áreas Diversas – Bolsista Graduação

Graduação: Contabilidade, Agronomia, Administração, Economia, Direito, Ciência Política, Ciências Sociais, Relações Internacionais, Ciência Econômica, Ciência da Computação, Engenharia, Psicologia e Letras.
Projeto: Institucionalização FAPDF.
Local: FINATEC.
Duração: podendo ter duração de 03 meses, 04 meses e ou 08 meses
Salário e benefícios: R$ 1.000,00 de bolsa auxílio
Carga horária: 20 horas a serem cumpridas no Distrito Federal para a consecução do projeto.

Auxiliar nas seguintes atividades:
• Acompanhar e relatar os trabalhos dos grupos de pesquisa nas áreas afetas a gestão no âmbito da FAP-DF;
• Acompanhar as ações promovidas pela FAP-DF;
• Acompanhar ações desenvolvidas pelos grupos temáticos de pesquisa com objetivo de promover ciência, pesquisa e inovação;
• Auxiliar a implementações de ações decorrentes da governança da FAP-DF;
• Desenvolver atividades de pesquisa e elaboração de textos;
• Auxiliar o Pesquisador Sênior nas atividades correlatas à área de concentração.

Requisitos Obrigatórios:
• Ser aluno regular dos cursos de graduação em Contabilidade, Agronomia, Administração, Economia, Direito e Psicologia da Universidade de Brasília;
• Capacidade de comunicação escrita e oral, inclusive elaboração de relatórios, participação em conferências, seminários e reuniões técnico científicas;
• Residência em Brasília durante a duração do projeto;
• Disponibilidade de no mínimo 20 (vinte) horas semanais para dedicação ao projeto;
• Capacidade de operação em sistemas de comunicação (correio eletrônico e redes sociais);
• Disponibilidade de horário;
• Ser pró-ativo e ter capacidade de trabalho em equipe.

Seleção:
Para a etapa 1, deve ser enviado para o e-mail: curriculos@finatec.org.br impreterivelmente até dia 25/10/2019, um único arquivo pdf com o Currículo Lattes, Declaração de Aluno Regular da Universidade de Brasília, colocar no assunto: Bolsista de Graduação (Curso xxxxx) – Institucionalização FAPDF.
Para a etapa 2, o candidato realizará entrevista para área de concentração para qual for convocado.

Brasília foi a escolhida para o Congresso Brasileiro de Professores de Francês e movimentou a Finatec com apresentações de pôsteres, palestras e profissionais da área

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A 22ª edição do Congresso Brasileiro de Professores de Francês aconteceu nos dias 08 a 11 de outubro, na sede da Finatec, em Brasília. A Associação dos Professores de Francês do Distrito Federal, entidade responsável por organizar essa edição, não poupou esforços para que a segunda edição realizada na capital ficasse marcada na memória dos mais 400 participantes presentes no evento.

No primeiro dia, os congressistas participaram das conferências de abertura e foram surpreendidos com a proposta de apresentação dos pôsteres dos alunos presentes. A professora Denise Damasco, Presidente da Federação Brasileira de Professores de Francês, explica que ações como essa enaltecem os jovens pesquisadores da área. “Colocar esses pôsteres durante o coquetel de abertura foi uma surpresa muito agradável para os próprios doutorandos e mestrandos, já que muitas vezes, esses são apresentados no último dia dos congressos, com poucas pessoas e pouco espaço para discussões. O nosso objetivo aqui foi mostrar o futuro do ensino do Francês que será através desses jovens estudantes. Tivemos 38 pôsteres apresentados, e devo lembrar que esse ano foi difícil em termos de financiamento para a vinda de estudantes, mas ainda assim tivemos 24 alunos apresentando seus trabalhos aos conferencistas principais” – comemora a Presidente.

O Congresso trouxe o tema “Francês em ação: variações e criações” e, nas suas diversas conferências e simpósios, abordou 5 eixos temáticos, sendo eles: estudos linguísticos, didática e formação de professores, tradução, espaço para escrever e reescrever, na literatura e artes como portais culturais e políticas públicas/memórias compartilhadas.

Como novidade para esse ano, a organização do evento aprimorou a forma de estruturar os simpósios. “Eu tenho recebido um retorno muito positivo sobre a forma de organização dos simpósios porque você compartilha a decisão com os pesquisadores. Você dá o espaço, as condições e vários grupos de pesquisa se reuniram nesses simpósios. Um deles tratou justamente dos 50 anos da Federação Internacional dos Professores de Francês, porque nós somos uma Federação que agrupa Associações, e a vida associativa serve como apoio ao docente em sua formação contínua.” – explica a Professora Denise Damasco.

Ainda sobre as inovações apresentadas nessa edição, o destaque foi a realização do 1º o Festival Nacional de Teatro Francófono para a Juventude, com a presença de 3 trupes de teatro. Uma, de estudantes vindos da USP, a outra de estudantes do Cil do Gama (Centro Interescolar de Línguas do Gama) – Brasília e, a última, da Aliança Francesa de Brasília. Todas, com o apoio da equipe Drame Education que desenvolve peças de teatro com foco no ensino de línguas e que garantiu um ar de leveza e diversão para o palco da Finatec.

O Professor Thiago Souza, da Universidade Federal do Piauí, conta que suas expectativas foram mais uma vez superadas. “É um momento de partilha do ensino da Língua francesa, que é muito importante. É sempre uma vitória pra mim e para a Federação dos Professores de Francês unir todo mundo. Politicamente, mas também, em termos de pesquisa é uma ação indispensável. Todas as vezes que tem esse evento temos certeza disso. ” – reforça o professor.

O evento é tão esperado pelos membros da comunidade de professores, que os participantes ficam imersos na experiência. “É muito engrandecedor e valioso para a gente estar aqui. Tem a parte emotiva da nossa relação com a língua, com o meio do ensino, com a formação de professores de Francês e aí a gente acaba estabelecendo uma troca muito interessante com esses colegas que estão espalhados pelo Brasil inteiro. A gente só ganha com reuniões desse tipo. No último dia eu fico até nostálgico, com vontade de propor outras coisas no futuro. Cada vez que nós viemos para esses congressos passamos por uma experiência tão completa e ficamos tão imersos que temos até dificuldade de conhecer a cidade. Fiz até esse comentário no congresso de Aracajú há 2 anos. Não há tempo nem para dar uma fugidinha do evento porque é muita coisa interessante pra ver”, completa Thiago, com tom de humor.

A professora Rosana Correa aponta o valor da representatividade da língua no Brasil. “O momento é muito importante para os professores de Francês porque a área tem prestígio, mas não tem tanta representatividade no meio do ensino já que não é uma língua que você vai encontrar facilmente na educação básica, na rede pública. O DF é uma das exceções onde você tem uma grande quantidade de professores e alunos da rede pública que têm acesso ao ensino desse idioma nos Centro Interescolar de Línguas. ” – pontua a professora.

No encerramento, a Embaixada da Suíça, abordou o eixo literário e como os avanços têm ocorrido. Por tradição, a Literatura se faz importante nas discussões finais do congresso. Geralmente os temas de pesquisas literárias são muito específicos e, com isso, o Congresso de Professores de Francês é uma ponte para que a literatura da área se torne cada vez mais conhecida. “Você vai ter lá o pesquisador de Literatura, que trabalha com um tema específico. O grupo que eu participo, por exemplo, trabalha com a Literatura da África Subsaariana de Língua Francesa. O congresso, então, se torna fonte de interlocutores para difundir temas como esse. “ – ressalta a professora Rosana Correa.

A organização da 22ª edição do Congresso Brasileiro de Professores de Francês também aproveitou a ocasião para anunciar que a cidade de Cuiabá, no Mato Grosso, foi a escolhida para sediar o próximo congresso e já está se preparando para a jornada em 2020.

 

Confira as fotos do evento:[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][minti_spacer][minti_gallery ids=”23977,23978,23979,23980,23981,23982,23983,23984,23985,23986,23987,23988,23989,23990,23991,23992,23993,23994,23995,23996,23997,23998,23999,24000,24001,24002,24003,24004,24005,24006,24007,24008,24009,24010,24011,24012,24013,24014,24015,24016,24017,24018,24019,24020,24021,24022,24023,24024,24025,24026″ columns=”5″ style=”2″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][/vc_column][/vc_row]

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support