Casos de sucesso

Produção Vida 2020 – Faceshield

O projeto Produção Viva 2020, coordenado pela professora Andréa Santos, da Engenharia de Produção da UnB, tem como missão levar a profissionais de serviços essenciais um equipamento de proteção individual necessário durante a pandemia: o face shield. 

A produção começou em março, quando equipamentos de segurança contra o Sars-CoV-2 ainda eram escassos pelo Brasil. Diante da demanda do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), a professora mobilizou uma equipe para produzir 50 face shields para a equipe médica. 

Diante do sucesso da empreitada – financiada por doações de  professores, alunos, entidades e empresas privadas –, a FAP-DF (Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal), junto à Finatec, deslocou recursos para aumentar a produção. Os equipamentos adquiridos não só otimizaram a fabricação de face shields, mas passaram a integrar o patrimônio da Universidade.

“Nós tínhamos, na época, cinco impressoras 3D, e nos foram disponibilizadas mais 35 unidades. Hoje, também temos máquinas de corte a laser. Todos esses equipamentos vão nos ajudar a produzir outros produtos, a apoiar os protótipos de vários grupos de pesquisa dentro da universidade, e da comunidade em geral”, comemora a professora.

Além dos equipamentos, a equipe recebeu reforços: a Finatec auxiliou na contratação de estagiários e celetistas para o projeto. Hoje, a equipe conta com cerca de 30 pessoas trabalhando em dois turnos para produzir os face shields.

O produto passa por rigorosos processos de verificação de qualidade, o que reflete na confiabilidade dos face shields. “Nós temos, ao longo de todo o processo, que atender às boas práticas de fabricação das normas da Anvisa. A gente tem que prezar pelo controle de qualidade e pela rastreabilidade do produto que produzimos. Como ele vai para dentro do ambiente hospitalar, não pode levar a novos focos de contaminação”, explica Andréa.

Com 30 pessoas trabalhando nos dois turnos, a professora Andrea pôde contar com o apoio da Finatec para a gestão de pessoas, além da gestão de compras de materiais e instrumentos para a construção do equipamento de proteção. “A Finatec nos auxilia no processo de seleção de pessoas, na compra de materiais para que ele chegue em tempo e a gente possa organizar o nosso processo produtivo, e produzir de acordo com as boas práticas de fabricação”, detalha a professora.

O projeto teve desdobramentos para outras áreas e serviços essenciais: em junho de 2020, a equipe entregou 250 protetores faciais para funcionários do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Esta etapa teve apoio do Ministério Público do Trabalho, que doou R$ 300 mil para a Finatec destinar à produção. 

Coordenadora: Profa. Andrea Santos

Recurso: R$1.200.746,05

Envolvidos: FAPDF, Finatec, UnB

Assinatura: 22/05/2020

Data fim (previsão): 23/05/2021

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support