Casos de sucesso

Lift Learning Programa Distrital de Fomento a Startups Financeiras (Fintechs) no contexto da luta contra o SARS- Covid-19 – FAPDF/COVID-19

Docente da Faculdade de Direito da UnB, o professor Ricardo Paixão enxergou no Distrito Federal uma vocação para a cultura de startups financeiras. Com a chegada da Covid-19 à região, ele elaborou um projeto de fomento ao ecossistema de fintechs que, a médio prazo, servirá para colaborar no combate aos efeitos econômicos da pandemia em Brasília e região.

“O projeto nasceu de uma política pública do Banco Central, um programa de fomento a ecossistemas de fintechs que consiste em parear grupos de estudantes e recém-formados com projetos de empresas do setor financeiro, fintechs, bancos, que estejam alinhadas à agenda de desenvolvimento do BC, ao eixo de competitividade. Atualmente, são projetos relacionados a PIX e open banking”, explica o professor.

Por ecossistema de fintechs, o professor se refere a um conjunto com mão de obra especializada, empresas intermediárias e o desenvolvimento de projetos econômicos. “A premissa foi de que o Distrito Federal tem um bom potencial para isso porque está em uma posição relativamente privilegiada, você tem vários bancos grandes cuja sede é no Distrito Federal, além do fato de o próprio regulador financeiro, que é o Banco Central, estar aqui também”, comenta Paixão.

Iniciado em junho de 2020, o projeto levou seis meses para ser concluído e resultou em quatro sistemas complexos que interagem com empresas e com o BC. O professor não pretende parar por aí: a ideia é repetir o programa anualmente, para efetivamente fomentar a cultura de startups financeiras na região.

“O papel que um programa como esse tem é o de fomentar isso na base, nos alunos universitários. Espera-se que isso adquira um movimento, um feedback positivo e passe a gerar aumento de renda e trazer maior desenvolvimento econômico ao Distrito Federal”, planeja o professor.

Contando com o suporte da Finatec, o projeto é, segundo as palavras do próprio professor, anômalo no universo de ideias apoiadas pela Fundação: trata-se de uma iniciativa cujo financiamento é voltado exclusivamente para bolsas de estudo. 

“Não tem viagens, não tem equipamento, é focado na formação de mão de obra. Portanto, 100% da verba do projeto é voltada para bolsas. A Finatec fez toda a gestão financeira, coisa que eu acho excelente. Imagina eu como coordenador, tocando vários projetos simultaneamente, um projeto com 60 bolsistas. Se eu tivesse que lidar com quem está recebendo o quê, quando, seria quase impossível. Então, é excelente esse papel que a Finatec está assumindo, sou muito grato”, elogiou.

Coordenador: Prof. Ricardo Paixão

Recurso: R$563.000,00

Envolvidos: FAPDF, Finatec, UnB

Assinatura: 04/06/2020

Data fim (previsão): 08/01/2021

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support