O site estará indisponível no dia 18.09, sábado, das 8h às 15h. Agradecemos a compreensão.

Notícias

  • Notícias
  • /
  • Projeto RAEESA gerenciado pela Finatec lança livro...

Projeto RAEESA gerenciado pela Finatec lança livro contando os resultados do projeto e a experiência dos pesquisadores

“Este livro foi elaborado durante a pandemia mundial de COVID-19, que vem até o momento provocando diversos impactos sociais e econômicos. Neste ambiente de diversidades e incertezas, os autores expressam seus sentimentos àqueles que perderam os seus entes queridos.”

Os lixões a céu aberto, por muitos anos, foram espaços utilizados sem planejamento ou medidas de proteção ao meio ambiente, causando crises sanitárias e perda na qualidade do solo. Pensando nisso, um grupo de professores da UnB se uniram para desenvolver uma metodologia para qualificar e quantificar a geração de energia elétrica pela hibridização de fontes alternativas como componente complementar da integração de técnicas tradicionais de remediação ambiental.

No Brasil, atualmente existem cerca de 3.000 lixões, que devem ser eliminados ou recuperados até o ano de 2024 de acordo com a Lei no 14.026 de 15 de julho de 2020. E neste cenário o projeto Hibridização de Fontes de Geração de Energia Elétrica como Alternativa Tecnológica de Remediação Ambiental de Áreas Degradadas por Resíduos Sólidos Urbanos (Estudo de Caso: Aterro Controlado do Jockey Clube- Brasília, DF) evidencia as diversas possibilidades técnicas e econômicas para aproveitamento destas áreas degradadas.

Coordenado pelos professores da Universidade de Brasília, Antônio César Pinho Brasil Júnior do Departamento de Engenharia Mecânica, Luciano Soares da Cunha do Instituto de Geociências e Sérgio de Oliveira Frontin do Departamento de Engenharia Mecânica, esse projeto faz parte do Programa de P&D da Aneel, iniciado em setembro de 2018.

O projeto teve como empresa proponente a CEB Geração S.A., empresa cooperada CEB Lajeado S.A. e a entidade executora Universidade de Brasília (UnB) que contou com o apoio técnico da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec). Um dos frutos da pesquisa foi o livro Hibridização de Fontes de Geração de Energia Elétrica como Alternativa Tecnológica de Remediação Ambiental de Áreas Degradadas por Resíduos Sólidos Urbanos, disponível para download no fim deste texto.

Os professores responsáveis pelo estudo concederam uma entrevista para a Finatec contando mais sobre o projeto:

 Quais eram as principais metas ou objetivos previstos para esse projeto?

O objetivo geral desta proposta de P&D foi o desenvolvimento de uma metodologia para qualificar e quantificar a geração de energia elétrica pela hibridização de fontes alternativas como componente complementar da integração de técnicas tradicionais de remediação ambiental de áreas degradadas por Resíduos Sólidos Urbanos.

Esta metodologia foi utilizada como estudo de caso, aplicada ao Aterro Controlado do Jockey Clube- Brasília. DF. A partir da década de 70, duas áreas, próximas ao Jockey Club passaram a concentrar a disposição de resíduos urbanos de Brasília e assim permaneceram ativas como lixões até a metade da década de 90, quando então passaram a operar como um aterro controlado até ser encerrado no início de 2018.

Quais foram os principais resultados do projeto?

Os resultados do projeto demonstram que é possível aplicar o conceito da hibridização de fontes de geração de energia elétrica com uma alternativa tecnológica para a remediação ambiental de áreas degradadas por resíduos sólidos urbanos.

Quais são os impactos de médio e longo prazo que esse projeto pode trazer para a sociedade e para o meio ambiente na região onde ele foi desenvolvido/aplicado?

A metodologia desenvolvida foi aplicada no Lixão do Jockey Clube, que como já mencionado é uma área degradada de cerca de 200 ha, bem próxima do centro de Brasília. Os estudos indicaram viabilidade técnica e econômica para a implantação de um sistema híbrido composto de diversas fontes de geração de energia, como por exemplo:  aproveitamento do gás metano, aproveitamento energético dos resíduos sólidos urbanos remanescentes além do aproveitamento do potencial solar da região.

Neste cenário, utilizamos a implantação de um sistema híbrido de geração efetivamente como uma alternativa de mitigação do meio ambiente que hoje se encontra degradado, e desta forma a médio e longo prazo, recupera-se a área para sociedade, promovendo o desenvolvimento da região com geração de emprego de renda a partir da implantação do empreendimento e que   estrategicamente se tornará uma fonte de geração de energia.

Do ponto de vista técnico, foi visualizado a seguinte composição de geração de energia possível de ser realizada com base em uma concepção tecnológica inovadora, que visou integrar a geração de eletricidade à remediação ambiental da área do aterro fechado.

Para um projeto de vinte anos de execução, foi proposta uma usina híbrida que agrega subsistemas de aproveitamento do gás de aterro (usando grupos geradores), de aproveitamento de RSU aterrados em uma pequena termelétrica em ciclo orgânico (ORC), de uma central solar fotovoltaica e de uma central solar heliotérmica.

Todo este sistema é capaz de proporcionar um retorno econômico no contexto da geração de eletricidade, processando as emissões de chorume ao longo do ciclo de vida do projeto e reduzindo emissões de gases de efeito estufa.

Quais os principais resultados a serem entregues à sociedade?

Como já mencionados, a metodologia desenvolvida, o livro publicado, e a grande produção acadêmica gerada constituída por dissertações de mestrado,  trabalhos de conclusão de cursos e informes técnicos, oferecem para a comunidade resultados de estudos que vão contribuir em diversas vertentes para a sociedade, como por exemplo: i) na saúde pública considerando a redução do efeito estufa, riscos de contaminação dos recursos hídricos devido ao chorume,  ii) na geração de recursos energético complementares, principalmente neste momento, quando da ocorrência da redução de água nos reservatórios das principais usinas hidroelétricas, iii) na geração de emprego e renda em decorrência da implantação dos empreendimentos de geração em áreas…degradadas. 


Reconhecendo a importância deste segmento, deve-se enfatizar que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai promover em setembro deste ano, o primeiro leilão voltado para a recuperação energética de resíduos, que engloba os projetos de geração termelétrica a partir do lixo.


Para este leilão já estão cadastradas 12 usinas de recuperação energética de resíduos, com capacidade instalada total de 315 megawatts (MW), nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro.

Como surgiu a ideia de publicar o livro? O que os leitores podem esperar sobre o conteúdo da publicação?

A ideia de publicar um livro para consolidar os conhecimentos e experiências adquiridos durante a realização de um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) remonta de longa data.

Quando uma equipe de professores e alunos é formada para a realização de um projeto de P&D, a ideia de publicar um livro surge naturalmente diante do grande volume de produção científica que é gerado e do relatório final que é produzido para a entidade patrocinadora do projeto, quando muitas das vezes é de difícil acesso e consulta. 

O livro, em sua versão impressa ou digital, como já indicado, consolida de forma didática e ordenada o material produzido, podendo ser utilizado em cursos acadêmicos e em eventos técnicos, além de divulgar a competência da Universidade de Brasília de forma mais abrangente.

Devemos primeiramente registrar que este livro foi elaborado durante a pandemia mundial de COVID-19, que vem até o momento provocando diversos impactos sociais e econômicos. Neste ambiente de diversidades e incertezas, os autores expressam seus sentimentos àqueles que perderam os seus entes queridos.

Mesmo assim, neste cenário perturbador, esperamos que a publicação possa transmitir a experiência dos autores, tanto para os profissionais que trabalham nesta área, como auxiliar na capacitação das futuras gerações de profissionais.

Vale, portanto, neste momento de muitas dificuldades, mas certamente de plena realização, citar a poetisa Cora Coralina que, nos lembra que devemos todos subir montanhas, mas sempre removendo pedras e plantando flores.

Este projeto foi feito em parceria com a Finatec. De que forma essa parceria impactou no desenvolvimento do trabalho?

A participação da Finatec como Fundação de Apoio em qualquer projeto de P&D é de primordial importância, tendo em vista que conta com uma equipe administrativa de extrema competência e dedicação. Os pesquisadores assim, podem se dedicar quase que exclusivamente às pesquisas, pois as atividades de compra de equipamentos, acompanhamento financeiro, aquisição de passagens etc. são realizadas pela Finatec com total responsabilidade perante as empresas patrocinadoras.

Esperamos contar cada vez mais com a Finatec, alavancando e reforçando as atividades de prospecção de novos projetos e atuando como entidade repositora (biblioteca digital) da produção científica gerada durante a execução de Projetos de P&D. Que a Finatec possa tornar a sua página da Internet num ponto de encontro dos pesquisadores tanto para a continuidade de projetos como para a realização de novos projetos onde se poderá contar com um acervo anterior pertinente ao que se pretende realizar.

Ficou interessado no Livro Raeesa? Acesse a versão Web clicando no botão abaixo.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support