O site estará indisponível no dia 18.09, sábado, das 8h às 15h. Agradecemos a compreensão.

Casos de sucesso

DEPEN/MSP

ENTENDA O PROJETO

Você já parou para pensar que toda construção arquitetônica atende às necessidades de ocupação das pessoas no espaço? Uma escola, por exemplo, precisa de salas de aula amplas e funcionais, banheiros adequados, biblioteca, espaço de alimentação e convívio. Com os presídios, essa premissa não seria diferente e, para se projetar uma edificação como essa é necessário pensar na higiene, no layout das celas, pátios de convivência, banho de sol e até mesmo o tamanho dos corredores. Outro aspecto primordial, que será tratado com muita atenção no projeto, é a segurança do usuário, tanto na perspectiva do usuário que está cumprindo a pena, quanto do usuário agente penitenciário, já que essa questão impacta diretamente no cotidiano daqueles que vivem e convivem nesse espaço.

Para atender a todas essas premissas, existe o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP) que zela pela legislação que ampara as construções carcerárias. Nesse contexto, o projeto de Estudos e Pesquisa em Arquitetura Penal, desenvolvido pela UnB, se concretiza com a finalidade de reunir todos os envolvidos nos processos de planejamento e execução deste tipo de construção no país, por meio de uma cooperação técnico-científica entre a Fundação Universidade de Brasília (FUB/UnB) e o Ministério da Segurança Pública (MSP), por intermédio do Núcleo de Estudos e Pesquisa da Edificação Penal (NUESP) e do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN).

Apoiada pela Finatec, esta parceria é motivada pelo encontro de interesses dessas instituições que buscam as potenciais contribuições para o aprimoramento da edificação penal. A cooperação dos organismos públicos com a Universidade, configura-se como uma relação positiva para ambas as partes já que fortalece a atividade de pesquisa e realiza-se a aplicação do conhecimento científico gerando resultados inovadores para o DEPEN.

“O objetivo geral dos estudos a serem realizados é o fortalecimento do conhecimento específico da arquitetura penal, além dos processos e produtos da Cadeia Produtiva da Edificação Penal (CPEP), a partir do incremento da capacidade técnica do DEPEN, com base na aplicação dos recursos tecnológicos produzidos no âmbito do NUESP” – reforça Raquel Blumenschein, uma das professoras pesquisadoras a frente dos trabalhos.

Esse projeto é um dos grandes resultados de pesquisa científica do Parque de Inovação e Sustentabilidade do Ambiente Construído – PISAC, um centro de referência em tecnologias sustentáveis que trabalha em rede, como catalizador de capacidades técnicas consolidadas, visando à pesquisa e desenvolvimento com foco no ambiente construído.

Coordenador: Profa. Raquel Blumenschein

Recurso: R$ 7.454.364,50

Envolvidos: Ministério da Segurança Pública (MSP), Núcleo de Estudos e Pesquisa Penitenciário Nacional (DEPEN) Finatec, UnB

Vigência: 2018 a 2020

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support