Notícias

  • Notícias
  • /
  • Seminário tem início com debate enfocando a...

Seminário tem início com debate enfocando a questão digital e sua influência na política do País

Professor da Unifesp, autor do livro Colonialismo Digital, critica a desigualdade no acesso à tecnologia digital

Em um auditório praticamente lotado, o Professor Deivison Faustino, da Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp), autor do livro Colonialismo Digital, foi o destaque do primeiro dia de debates do VII Seminário de Política Social do Programa de Pós-Graduação em Política Social da Universidade de Brasília (UnB). Com o tema Colonialismo Digital (título de seu livro) o debate, polêmico e atual, levantou a questão sobre influência da tecnologia digital, sua utilização e seu impacto na sociedade. O encontro que teve início nesta quarta-feira, dia 03, prossegue até sexta-feira, dia 05.

O professor garante que há uma desigualdade mundial enorme, não só no acesso à tecnologia, mas na capacidade produtiva tecnológica, que segundo ele, está concentrada nas mãos de poucas empresas que dominam a cadeia produtiva digital localizada, principalmente, na China e nos Estados Unidos. “Essa concentração, não só dá vantagem econômica para esses países, mas intensifica a desigualdade entre países” critica.

Qual o Impacto dessa Concentração de Poder Para a Democracia? Este tema essencialmente político, foi outro ponto abordado pelo professor paulista. Conforme ele, vários estudos mostram que é possível manipular processo eleitoral a partir das redes sociais. “É possível se criar nichos e perfis de usuários para se direcionar propaganda que vai ter maior poder de persuasão para determinado candidato em detrimento de outros”, garante ao defender a regulamentação para a área digital do País. “A tecnologia é boa, traz novas possibilidades, mas dependendo de como ela for empregada, pode gerar mais desigualdade”, argumenta.

A novidade deste Seminário foi a presença da professora americana, Jodi Dean, do Departamento de Ciência Política da Hobart e William Smith Colleges, no estado de Nova Iorque. Dean é mestra e doutora em Ciência Política pela Columbia University, autora de vários livros de víeis político-social, que trouxe para o debate vivência pessoal e novos conhecimentos. Ela proferiu a palestra com o tema Tornando-se Neofeudal Senhores e Servos na Mansão Social com tradução instantânea do inglês para o português.

A professora Sílvia Yannoulas, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação da UnB, presidiu a mesa de abertura dos trabalhos, dando boas-vindas aos palestrantes, professores, estudantes e convidados. Ela teceu elogios ao trabalho de excelência feito pelos organizadores dos seminários, desde o primeiro ao sétimo encontro, e destacou a importância da participação de instituições federais de ensino, convidados e autores de trabalhos científicos.

Compuseram a mesa, diretores do Instituto de Ciências Humanas (ICH), do Departamento de Serviço Social (SER), representantes do Decanato de Pós-Graduação e de Extensão da UnB. A professora Patrícia Pinheiro lembrou que “é sempre um desafio manter esse seminário”.  A professora Pérola Oliveira destacou a importância de se colocar para sociedade as questões políticas e sociais existentes no País. Já a Professora Neuma Rodrigues lembrou o desafio enfrentado para se organizar um seminário desta magnitude em meio as recentes greves ocorridas na universidade.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support