Notícias

  • Notícias
  • /
  • FINATEC LANÇA PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS...

FINATEC LANÇA PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – PGRS

O gerenciamento correto dos resíduos sólidos é muito importante quando o enfoque é a preservação do meio ambiente. Ele está diretamente ligado ao descarte adequado dos dejetos que poderiam gerar diversos passivos ambientais, sociais e econômicos, como a contaminação do solo, das bacias hidrográficas, emissões de poluentes atmosféricos, mau-cheiro, entupimento de bueiros e custos onerosos de limpeza pública e aterramento.

A partir desse cenário e com o objetivo de estar sempre em conformidade com a lei, a Finatec elaborou um plano estratégico para reduzir a sua produção de lixo e, também, realizar a reciclagem e a destinação correta dos rejeitos gerados.

Mayara Alves, Engenheira Ambiental que elaborou o Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) da Finatec, bem como o plano de ações, reforça que o PGRS tem como objetivo apresentar a situação atual de gerenciamento de resíduos na instituição e definir um conjunto de diretrizes a serem implementadas para a correta disposição dos dejetos.

As primeiras estratégias implementadas no “Finatec Sustentável” foram conduzidas pela nutricionista do FinaRestaurante e focadas nos materiais plásticos não recicláveis como mexedores de café, canudos e potes plásticos com tampa, que tinham como destino final o aterro sanitário. “O nutricionista tem um papel muito importante na sustentabilidade. Então fiz o mapeamento de todos os pontos do restaurante que poderiam ter um tipo de geração de resíduo e tentamos minimizar isso ao máximo” – destaca a nutricionista responsável pelo FinaRestaurante, Larissa Mazzocco.

De acordo com Mazzoccco, a estratégia adotada foi sensibilizar os consumidores do restaurante para o não uso dos canudos com a premissa da sustentabilidade, conscientizando-os da redução da poluição do meio ambiente. Ação semelhante foi realizada para os mexedores de café que foram substituídos por material orgânico que pode seguir para a compostagem. Finalmente, os potes plásticos com tampa, onde eram servidas as sobremesas dos colaboradores, foram trocados por potes reutilizáveis.

Copos de uso permanente para o corpo administrativo também foram distribuídos em agosto, ocasionando em dois meses, a redução de cerca de 22.000 copos descartáveis no dia-a-dia da instituição.

Os próximos passos serão voltados para a instalação das lixeiras e separação do lixo úmido e seco na parte administrativa da Finatec.

Avaliação e classificação dos resíduos

Mayara Alves, Engenheira Ambiental que conduziu os processos de verificação e classificação do lixo da Finatec, observou que são gerados cerca de 160,50 Kg/dia (1.800 litros/dia) de resíduos sólidos entre recicláveis, orgânicos e indiferenciados na Instituição.

[minti_table style=”1″]

SetorPorcentagem (kg)Qtd. de sacos pesadosTotal (kg)Total (L)Resíduos verificados
Restaurante Geral6,2%9,90200Caixas de papelão
Restaurante Geral0,5%10,8030Latas de alumínio
Restaurante Geral0,7%11,2020Garrafas de vidro não retornáveis
Restaurante Caixa de Pagamento0,3%10,5040Notas fiscais
Restaurante Mesa do Café1,6%22,50140Copos descartáveis
Restaurante Açougue0,1%10,2030Embalagens plásticas
Restaurante Açougue0,3%10,5020Embalagens plásticas contaminadas com sangue
Restaurante Cozinha0,4%10,7040Papéis, caixas longa vida
Restaurante Cozinha0,4%10,7060Embalagens plásticas, copos descartáveis
Restaurante Cozinha55,7%1 saco + coletor 240L89,40310Sobras de alimentos e cascas de laranja e demais frutas
Restaurante Buffet20,7%333,30250Sobras de alimentos
Restaurante Banheiros1,4%12,2060Resíduos de banheiro
Restaurante Escritório0,9%31,4030Papéis, embalagens plásticas
Administrativo Escritórios4,7%57,50200Papéis, copos descartáveis, lata, pouca mistura com casca de frutas
Administrativo Banheiros e Copas5,3%108,50300Papéis, embalagens plásticas, orgânicos, resíduos de banheiro
Evento Hall0,7%31,2070Copos descartáveis, talhares descartáveis, papéis
Total35160,501.800

[/minti_table]

Apesar do volume de dejetos gerados, o parecer da engenheira foi bastante favorável visto que 76% dos resíduos produzidos são orgânicos e destinados para o tanque de compostagem localizado na área da Finatec. Os resíduos recicláveis representaram 17% do total, em quilos, sendo estes, doados para uma cooperativa de catadores. Os demais, apenas 7%, foram classificados como resíduos indiferenciados (não recicláveis ou rejeitos).

Concluiu-se que a Finatec tem potencial para desviar dos aterros sanitários de Brasília, mais de 90% de resíduos gerados, considerando uma destinação ambientalmente adequada de recicláveis para cooperativas e orgânicos para compostagem. Com o objetivo de gerenciar e mensurar sistematicamente a implementação do programa, uma comissão de acompanhamento será criada na instituição.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support