Notícias

  • Notícias
  • /
  • Conexão Mata Atlântica habilita 165 propostas de...

Conexão Mata Atlântica habilita 165 propostas de PSA no Rio

Das 169 propostas submetidas ao primeiro edital de seleção pública do projeto Conexão Mata Atlântica no estado do Rio de Janeiro, 165 foram habilitadas e hierarquizadas de acordo os critérios de priorização das áreas. O resultado foi divulgado dia 25 de setembro, no site da Finatec (clique para conferir a lista de propostas habilitadas) e beneficiará, por meio do mecanismo de Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA), proprietários e produtores rurais de seis microbacias das regiões hidrográficas do Baixo Paraíba do Sul e Itabapoana e Médio Paraíba do Sul.

Serão investidos mais de R$ 1 milhão, por ano, para o pagamento de produtores e proprietários rurais que adotam ações de conservação de floresta nativa, recuperam áreas degradadas e implementam práticas agrícolas sustentáveis, como os sistemas silvipastoril e agroflorestal. O projeto abrange os municípios de Italva (microbacia Córrego Coleginho/Olho D’água), Cambuci (microbacias Valão Grande, Córrego Caixa D’água/Valão Grande II), Varre-Sai (microbacia Varre-Sai), Porciúncula (microbacia Ouro), Valença e Barra do Piraí (microbacia Rio das Flores).

Um diferencial do projeto é que o valor de PSA deverá, necessariamente, ser aplicado pelo beneficiário em melhorias dos sistemas produtivos e da propriedade rural. Por meio do Salto Tecnológico, os proprietários poderão reinvestir os recursos em inovações para a cadeia produtiva, compra de insumos, maquinário e infraestrutura ou, ainda, para a implementação de práticas de conversão produtiva.

fonte: Assessoria de Comunicação do Projeto Mata Atlântica

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support